Restaurante Diana
— desde 2015 —

Abre em 2015 as portas do Restaurante Diana, com referência ao nome da filha de Fernando Caridade, fundador da casa e numa alusão a Diana, deusa Romana da caça. Encontramos neste espaço um imaginário clássico e renascentista, de grande elegância, com esplanada resguardada e uma oferta rica em sabores — carnes do barroso, risottos, espetadas à madeirense, travessas de marisco, vegetariano, bacalhau com camarão ou confitado com molho de ostras. Uma casa recheada de bom gosto, com uma equipa de cinco elementos altamente qualificados, dedicados a servir a melhor gastronomia portuguesa aos seus clientes.

Como tudo começou …

Em 1986, Fernando Caridade, com apenas vinte anos de idade, entrou pela primeira vez nos bastidores do “Jaspas”, um restaurante de cozinha francesa na localidade londrina de Richmond. Este jovem da aldeia de Pondras, antiga freguesia no concelho de Montalegre, cresceu nas terras do avô paterno, criado pela mãe e avós enquanto o pai se encontrava a trabalhar no estrangeiro, na Alemanha e em França.

Em 1986, com 20 anos, despediu-se do trabalho na construção em Braga e meteu-se na camioneta de volta a Pondras. Quis o destino que o tio, acabado de chegar de inglaterra para passar as férias de verão, estivesse na aldeia. Surpreendido com história do sobrinho, lançou-lhe o desafio de ir com ele para Inglaterra. Assim foi e algumas semanas depois chegava a Richmond, London, num domingo para começar a trabalhar logo no dia seguinte, sem perceber a língua, no restaurante “Jaspas”, de cozinha francesa. Mais um golpe de destino na forma de uma vaga livre deixada por um funcionário que tinha de ir de urgência a portugal. Era para passar apenas uns dias, mas acabou por ficar onze meses, até ter de regressar a Portugal para cumprir o serviço militar. Foi no “Jaspas” que aprendeu a limpar e a cortar o peixe sob o olhar atento do Chefe Armindo, também ele minhoto.

De volta a inglaterra, em 1989, continuou no “Jaspas” por mais um mês. Poucos dias depois de ter chegado a Richmond recebeu uma proposta para trabalhar no “Stockbond”, onde, nesse mesmo ano, conheceu a jovem madeirense Irene, com quem viria a fazer vida. No Stockbond foi pupilo do Chef Tony, um italiano que o ajudou a ganhar uma maior perspectiva sobre a gestão das ordens e o aprovisionamento, e ensinou-lhe a confeccionar pizzas, as massas, as pastas, assim como diversos pratos exóticos como o Mussaka grego e a Galinha Surpresa francesa. Entretanto, veio para a sua beira o irmão Artur com quem abriu o restaurante “Pasta House” no Kings Cross, corria o ano de 1995. Desde 1994 que o Fernando era Chef de Cozinha do “Stockbond”, funções que manteve até 1997, altura em que decidiu dedicar-se exclusivamente ao Pasta House.

Já no novo milénio, em 2003, a chegada de uma crise em inglaterra foi o mote para uma nova aventura que resultou na abertura do restaurante português “O Moinho” em Chelsea, no bairro de Stockwell. A casa foi um verdadeiro sucesso e tornou-se paragem obrigatória para metade do plantel do Chelsea, com nomes como Quaresma e Postiga a tornarem-se correntes na frequência do bacalhau e dos cozidos confeccionados pelos Chefs Fernando Caridade e Vitor Felisberto, este último aluno da Escola Cordon Bleu e antigo Chef do famoso restaurante inglês “Portal”, que complementou a oferta gastronómica d’O Moinho com decoro e pratos gourmet.

Em 2006 nasceu a filha do casal a quem deram o belo nome de Diana. Dois anos depois Fernando e Irene celebraram o amor que os une e casaram em Amares, com grande festa no Solar da Levada. Em 2010 adquiriram um prédio devoluto em Braga, na Rua Dom Frei Caetano Brandão, cujo rés-de-chão teria albergado em tempos um talho. Nesse mesmo ano, poucos meses depois, Fernando recebe a triste notícia do falecimento do irmão Artur, ao qual se seguiu pouco tempo depois o pai. Talvez o desgosto, aliado à vontade de criar a filha em portugal, levou Fernando a efetuar obras no prédio e a idealizar um conceito de restauração que fosse o somatório de todo o conhecimento e experiência adquirida ao longo de três décadas, patente na qualidade gastronómica e no atendimento de excelência, com uma agradável esplanada onde pode degustar as mais refrescantes algas, camarão, saladas de caranguejo e alheira crocante.  
Diana Restaurant

 

2018-08-23T14:35:54+00:00